domingo, 29 de abril de 2012

JAGUARÃO X ARROIO GRANDE - RESULTADO


Jaguarão/Trio Elétrico Trem Bala 2013 - 01
Arroio Grande - 05

Dia 28/04/2012


JAGUARÃO:
Jogou com Junior, Diegão, Rafael Almeida, Junior Timm e Leandrinho entraram Nelso, Rafael Votto, Celinho e Andrigo.
TÉCNICO: Cristiano Botelho (Tano)
GOL: Rafael Almeida com 01 gol.
CARTÃO AMARELO: Rafael Votto e Diegão.
CARTÃO VERMELHO: Rafael Votto.

ARROIO GRANDE:
Jogou com Oscarzinho, Marquinhos, Teteu, Pett e Tuco-Tuco entraram Samuca, Alex, Andinho, Tom, Marlon e Marcel.
TÉCNICO: Baltazar Batista
GOLS: Pett 03 gols, Teteu e Marquinhos com 01 gol cada.
CARTÃO AMARELO: Tuco-Tuco.
CARTÃO VERMELHO: Não ocorreu.


ARBITRAGEM:
Éder Pereira e Danilo Oliveira
Anotadora: Camila Bauer e o Cronometrista: Cláudio de Freitas

RENDA:
Pagantes: 594
Não pagantes: 182
Total de público: 776

REALIZAÇÃO:
RBS TV e CONSELHO ARBITRAL

COORDENAÇÃO:
BOANOVA EVENTOS

ARBITRAGEM:
BRECHANE SPORTS
ARBITRAGEM ESPORTIVA


PATROCÍNIO:

FARINHA TORDILHO
Faz de tudo melhor

Um comentário:

  1. João Paulo C. Borges29 de abril de 2012 10:19

    João Paulo Coutinho Borges
    Foi dada a grande largada da 15ª taça RBS de futsal, uma bonita festa, sempre bem organizada pelo nosso já conhecido André Boanova, palavras de saudação de ambos os lados, organizadores, anfitrião etc., militares representando as cidades disputantes ginásio com um bom público apesar da chuva, tudo bem, tudo muito bom, mas realmente (como diria o velho guerreiro chacrinha que muitos ao ler essa crônica não sabem quem foi, só os com mais cinquentinha). Vai ser dado o apito inicial, aquecimento, palmas a jaguarão vaias a arroio grande, as equipes já aquecidas voltam ao vestiário para aquela palavra final, que bem sei como funciona, pois já fui metido nisso, apita o Éder, apita o Danilo, apita a Camila, até cronometrista Cláudio apitou e nada das seleções, uma espera pela outra outra espera por uma, finalmente, depois de uma sinfonia de apitos surgiram à beira da quadra as duas equipes, adentrou primeiramente Arroio Grande, gurizada humilde fardamento novo (ao menos isso né) com seus tenizinhos comprados no comércio local em longas prestações talvez, apupados pela grande maioria é claro, pois estamos em jaguarão e certamente já era de ser esperar, eis que entra a grande campeã com seus grandes jogadores, com vasto curículum, Europa, ULBRA, Católica, série prata, série ouro, e todas as séries que nos são possíveis, até a primeira séria primária. Deixados os salamaleques de lado, vamos ao jogo, apita Éder (de novo Éder, mas deixa pra lá, é função dele mesmo, e, diga-se de passagem, grande árbitro), começa o jogo, vejo Arroio fechadinho bem postado em quadra, estudando a grande campeã, que, diga-se de passagem, nos fez doze, ano passado em nosso primeiro confronto, me perdoem os números não sou amigo deles, eles ocupam muito espaço na cabeça, e as estatísticas deixo ao meu amigo Silvio Ferreira que o faz com maestria, decorre um bom tempo de jogo, ataque pra lá, ataque pra cá, e eis que a campeã faz seu primeiro gol, putz, tamo ferrado, vai desandar a maionese, agüentamos o primeiro o tempo, ufa, só um, mas ainda tem mais vinte minutos, voltam às equipes, apita o Éder de novo (brincadeirinha, não vi quem apitou), começa o segundo tempo, que espetáculo a equipe se encontra joga aguerrida, chega junto cria confiança trocam-se as peças continua evoluindo 1, 2, 3, 4,5 que espetáculo a torcida vibra, jogadores vibram, dirigente vibram, até eu vibrei, pois gosto é de bom futebol, não me importa o lado, finalmente chega o fim do jogo, fantástico o campeão voltou o campeão voltou, Parabéns Arroio Grande, de virada e de goleada é mais gostoso. Ah, já ia esquecendo, e só com pratas da casa. Posso não ganhar mais nenhuma partida, estou feliz à toa.

    ResponderExcluir